Gotas de Ternura

Gotas de Ternura Poesias e Imagens

amor21:

A Entrelinha
A entrelinha é quem diz eu quero você onde mais se possa ler. O meio caminho às notas inteiras do amor. No ar os sopros que não se vê de brisa chegando. A entrelinha é fruta suspensa que se morde com beijo, alcançada por quem ama. O segredo explícito do desejo. É fonte que emana silêncio que parece ter.
[Paulo Henrique Frias]

Reblogged from amor21

amor21:

A Entrelinha

A entrelinha é quem diz
eu quero você
onde mais se possa ler.
O meio caminho às notas
inteiras do amor.
No ar os sopros que não se vê
de brisa chegando.
A entrelinha é fruta suspensa
que se morde com beijo,
alcançada por quem ama.
O segredo explícito do desejo.
É fonte que emana silêncio
que parece ter.

[Paulo Henrique Frias]

 “É aquela vontade danada de andar de mãos dadas durante o dia e de pés dados durante a noite.”[Fabrício Carpinejar]
“É aquela vontade danada de andar de mãos dadas durante o dia
e de pés dados durante a noite.”

[Fabrício Carpinejar]
Amor é bicho instruídoOlha: o amor pulou o muroo amor subiu na árvoreem tempo de se estrepar.Pronto, o amor se estrepou.Daqui estou vendo o sangueque escorre do corpo andrógino.Essa ferida, meu bemàs vezes não sara nuncaàs vezes sara amanhã.[Carlos Drummond de Andrade]
Amor é bicho instruído
Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.

[Carlos Drummond de Andrade]


Ah, não tente explicarNem se desculparNem tente esconder…Se vem do coraçãoNão tem jeito, nãoDeixa acontecer!!O amor é essa força incontidaDesarruma a cama e a vidaNos fere, maltrata e seduz.É feito uma estrela cadenteQue risca o caminho da genteNos enche de força e de luz.Vai debochar da dorSem nenhum pudorNem medo qualquer…Ah, sendo por amorSeja como forE o que Deus quiser!![Vinicius de Moraes]

Ah, não tente explicar
Nem se desculpar
Nem tente esconder…
Se vem do coração
Não tem jeito, não
Deixa acontecer!!
O amor é essa força incontida
Desarruma a cama e a vida
Nos fere, maltrata e seduz.
É feito uma estrela cadente
Que risca o caminho da gente
Nos enche de força e de luz.
Vai debochar da dor
Sem nenhum pudor
Nem medo qualquer…
Ah, sendo por amor
Seja como for
E o que Deus quiser!!

[Vinicius de Moraes]

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: Aprendam a fazer bonito seu amor. Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito. Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito.[Artur da Távola]

Reblogged from infinitely-eros

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar:
Aprendam a fazer bonito seu amor.
Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito.
Aprenda, apenas,
a tão difícil arte de amar bonito.

[Artur da Távola]

Tenho tanto sentimento Que é frequente persuadir-me De que sou sentimental, Mas reconheço, ao medir-meQue tudo isso é pensamento, Que não senti nada afinal. Temos, todos que vivemos, Uma vida que é vivida E outra vida que é pensada,E a única vida que temosÉ essa que é dividida Entre a verdadeira e a errada. Qual porém é a verdadeira E qual errada, ninguém Nos saberá explicar;E vivemos de maneira Que a vida que a gente tem É a que tem que pensar.[Fernando Pessoa]
Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti nada afinal.
Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.
Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

[Fernando Pessoa]
Teu olhar faz a volta do meu coração,Uma roda de dança e de doçura,Auréola do tempo, berço noturno e seguro,E se não sei mais o que tenho vividoÉ porque teus olhos nem sempre me enxergaram.Folhas do dia e musgo do rocio,Caniços do vento, sorrisos perfumados,Asas que cobrem o mundo de luz,Barcos carregados de céu e mar,Caçadores de ruídos e fontes de cores.Aromas nascidos de uma ninhada de aurorasQue sempre jaz sobre a palha dos astros,Como o dia depende da inocênciaO mundo inteiro depende dos teus olhos purosE o meu sangue todo flui nos olhares deles.[Paul Eluard]
Teu olhar faz a volta do meu coração,
Uma roda de dança e de doçura,
Auréola do tempo, berço noturno e seguro,
E se não sei mais o que tenho vivido
É porque teus olhos nem sempre me enxergaram.

Folhas do dia e musgo do rocio,
Caniços do vento, sorrisos perfumados,
Asas que cobrem o mundo de luz,
Barcos carregados de céu e mar,
Caçadores de ruídos e fontes de cores.

Aromas nascidos de uma ninhada de auroras
Que sempre jaz sobre a palha dos astros,
Como o dia depende da inocência
O mundo inteiro depende dos teus olhos puros
E o meu sangue todo flui nos olhares deles.

[Paul Eluard]
Eu to confiando em mim de novo, me permitindo, porque eu sei que posso muito, mereço muito. [Tati Bernardi]
Eu to confiando em mim de novo,
me permitindo,
porque eu sei que posso muito,
mereço muito.

[Tati Bernardi]
Na cama, à noite, enquanto penso em meus muitos pecados e em meus defeitos exagerados, fico tão confusa pela quantidade de coisas que tenho que analisar que não sei se rio ou se choro, dependendo do meu humor. Depois durmo com a sensação estranhade que quero ser diferente do que sou, ou de que sou diferente do que quero ser, ou talvez de me comportar diferente do que sou ou do que quero ser. [O Diário de Anne Frank]
Na cama,
à noite, enquanto penso em meus muitos pecados
e em meus defeitos exagerados,
fico tão confusa pela quantidade de coisas
que tenho que analisar
que não sei se rio ou se choro,
dependendo do meu humor.
Depois durmo com a sensação estranha
de que quero ser diferente do que sou,
ou de que sou diferente do que quero ser,
ou talvez de me comportar diferente
do que sou ou do que quero ser.

[O Diário de Anne Frank]
ConfidênciaDe vésperaguardei-me toda para tiÁrdua esperaSem fim…Meu coraçãoà mim confidenciouEsquece…Adormeci[Van Albuquerque]
Confidência

De véspera
guardei-me toda para ti
Árdua espera
Sem fim…
Meu coração
à mim confidenciou
Esquece…
Adormeci

[Van Albuquerque]
Desejavel ParaisoTeu corpoleve e solto,é terno paraíso,cheio da poesiaque precisopara comporem versoslindo amor.O mar,fresco e belo,te deixa toda nuaem natureza,criando cena derica belezaa me envolvere apaixonar.Faça de meu poemateu gostoso lar.Adentra com teus jeitosminha paixão.Delicia meus sentidoscom tuas mãose seja para sempreminha musa magistral.[Thomas Albuquerque]
Desejavel Paraiso

Teu corpo
leve e solto,
é terno paraíso,
cheio da poesia
que preciso
para compor
em versos
lindo amor.

O mar,
fresco e belo,
te deixa toda nua
em natureza,
criando cena de
rica beleza
a me envolver
e apaixonar.

Faça de meu poema
teu gostoso lar.
Adentra com teus jeitos
minha paixão.
Delicia meus sentidos
com tuas mãos
e seja para sempre
minha musa magistral.


[Thomas Albuquerque]

Reblogged from eroticus-varietas

Reblogged from eroticus-varietas

(Source: tgoticotexas)

Reblogged from eroticus-varietas

(Source: eli-beth)

Reblogged from eroticus-varietas